Nota Fiscal Goiana amplia número de empresas participantes
02/02/2018 15h03 - Atualizado em 02/02/2018 15h06

A partir de agora, todas as compras de mercadorias feitas pelo consumidor em que seja emitida a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), independente do segmento econômico de Goiás, passam a pontuar para o programa Nota Fiscal Goiana, desde que os documentos fiscais tenham o CPF do cliente e que ele seja cadastrado no programa. Antes, só eram contabilizadas as notas fiscais com CPF emitidas pelo comércio varejista. A mudança, que já vigora desde o mês passado, foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 31 de janeiro. 

O coordenador da Nota Fiscal Goiana, Leonardo Vieira de Paula, revela que, "com essa ampliação, serão incluídas no programa mais de 3.700 empresas de outros segmentos, como atacado e indústria, nas vendas diretas ao consumidor em que são emitidas NFC eletrônicas. Elas se somam às mais de 160 mil empresas varejistas cujas notas fiscais com CPF já pontuavam desde dezembro de 2014 para os inscritos no programa". 

“A novidade possibilita aos participantes o aumento da pontuação mensal e, consequentemente, da quantidade de bilhetes para concorrer aos prêmios mensais e para conseguir desconto no valor do IPVA do ano que vem, de 5% da 10%”, afirma o coordenador do programa, Leonardo Vieira de Paula. Todo mês são sorteados 151 prêmios: 1 de R$ 200 mil; 50 de R$ 1 mil e 100 de R$ 500 (valores brutos), totalizando R$ 300 mil todo mês, além do prêmio de R$ 50 mil para a entidade social. Ao completar R$ 100 em compras, o consumidor tem direito a um bilhete, que é gerado eletronicamente uma semana antes de cada sorteio mensal.

Integração da NFC-e e Nota Fiscal Goiana – Como os sistemas são integrados, ao fazer a compra num estabelecimento que emite a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, no mesmo dia esse documento já aparece na conta do participante no site da Nota Goiana www.nfgoiana.sefaz.go.gov.br. Essa é uma das vantagens, para o cliente, desse novo modelo de nota fiscal que foi implantado pela Sefaz. Com a NFC-e, a participação das empresas na Nota Fiscal Goiana ocorre de forma automática. 

Comunicação Setorial – Sefaz
Foto: Denis Marlon